Governo de Ibiašß compra mais medicamentos para enfrentamento Ó Covid-19

Publicado em 29/07/2020, Por Assessoria de Imprensa

O governo de Ibiaçá, por meio da Secretaria Municipal da Saúde e Meio Ambiente, anunciou, nesta semana, que vai comprar mais medicamentos, além dos já existentes na Farmácia Básica de Saúde. A decisão foi tomada pelo Comitê Técnico de Enfrentamento à Covid-19 em virtude do aumento do número de casos confirmados.

 

Conforme a farmacêutica da Unidade Básica de Saúde (UBS), Letícia Panisson, a rede SUS do município vai oferecer os seguintes medicamentos: Hidroxicloroquina; Ivermectina, Azitromicina, Sulfato de Zinco e Vitamina D. “Os medicamentos poderão ser dispensados pela Farmácia Básica de Saúde mediante apresentação da receita médica. Pacientes assintomáticos de síndrome respiratória, casos confirmados de Coronavírus e pacientes em isolamento ou sendo acompanhados pela equipe de saúde poderão obter a receita e, portanto, a medicação”, informou.

De acordo com o médico João Rudemar da Cosa, a prescrição dos remédios ficará a cargo de cada médico. “A utilização destes medicamentos é uma decisão entre o médico e o paciente já que não há comprovação científica da eficácia, por exemplo, da hidroxicloroquina. A Secretaria da Saúde irá disponibilizar e a adoção vai depender de cada caso”, explicou o médico ao enfatizar que ouviu relatos de pacientes que já fizeram uso do medicamento e apresentaram melhora. O Conselho Federal de Medicina permite ao médico prescrever estes remédios.

Segundo a coordenadora de Vigilância Epidemiológica, Jussara Zanfonatto, o comitê se reúne semanalmente para avaliar a situação. “Tivemos um significativo aumento no número de casos e pedimos às pessoas que usem máscara, adotem o distanciamento social e higienização das mãos com frequência”, observou Jussara ao pedir que a comunidade dê atenção e suporte às pessoas mais idosas do município.  “O distanciamento não significa abandono. Uma ligação, uma mensagem, prestar um favor, ir ao supermercado à farmácia, são gestos tão simples, mas com grande significado”, ponderou Jussara.

O prefeito de Ibiaçá, Claudiomiro Fracasso, disse que vai atender a recomendação do Comitê Técnico e que pediu à Secretaria da Administração para encaminhar a compra. “Acredito que estar em defesa da vida, neste momento, é a ação mais sensata”, argumentou.

Redação: Fonte Agência de Jornalismo